Newsletter


Clique aqui para ampliar

O CODIGO DA BIBLIA DVD Duplo

De:
Preço:
R$ 26,90
Vendedor:
Marca:
Peso:
Qualificação:
(1 comentário)
Disponibilidade:
Entrega:
Entrega grátis
Embalagens:

Quantidade:


Descrição do produto

O Código da Bíblia Vol 1

The Bible Code 1

Michael Drosnin é autor de um best-seller que prevê o fim do mundo. Ele afirma que esta informação vem de um código secreto, escondido na bíblia.

- "Uma guerra mundial, holocausto nuclear e o fim dos dias, a bíblia diz que tudo vai acontecer em 2006. Temos menos de um ano para salvar o mundo. Este é o aviso oculto na bíblia."

O que estas previsões tem de diferente é que Michael afirma que elas tem fundamento científico. Ou ele tropeçou em uma das maiores descobertas já feitas ou ele e seus milhões de leitores entenderam tudo errado.

Hoje vamos colocar o código da bíblia a prova.

Desde os tempos antigos o homem vem buscando um significado oculto ou uma mensagem em um dos seus textos mais misteriosos: a bíblia. De religiosos místicos que abundam o velho testamento a Isaac Newton, a busca por mensagens secretas continuaria por séculos, até um matemático usando um computador afirmar ter desvendado o código. Suas mensagens e eventos do passado sacudiram a comunidade científica e iniciaram um debate polêmico com críticos que perdura até hoje. Proponentes do código continuaram sua pesquisa com predições do futuro enquanto seus oponentes continuaram a questionar estas afirmações.

Se realmente a bíblia está codificada com mensagens, o que ela tenta nos contar? Tais profecias poderiam ser utilizadas para o bem do homem ou o código é somente uma coincidência estatística?

Os proponentes acreditam que a descoberta do código da bíblia colocou a humanidade em um curso que vai mudar seu destino para sempre.

O código revela que a humanidade tem um destino melhor ou nós entramos nos estágios iniciais do fim dos dias?

Será verdade que a Bíblia esconde entre suas linhas visões proféticas do passado e do futuro? Teria este livro previsto a existência de personagens como Napoleão, Einstein ou Hitler? Ou teria apresentado chaves para sabermos que ocorreriam fatos como a Segunda Guerra Mundial, o assassinato dos irmãos Kennedy ou o ataque terrorista de 11 de setembro? Neste programa, você poderá obter a visão de analistas e críticos deste documento bíblico, para determinar a precisão dos acontecimentos futuros que ele prenuncia, inclusive, o fim do mundo.

Veja detalhes surpreendentes abaixo em entrevista com autor.

Religiosos e profetas sempre se referiram ao ano 2000 como uma época de grandes catástrofes. Alguns acreditam até em fim do mundo. A menos de dois anos dessa data, outra grande profecia parece se desenhar. A Terceira Guerra Mundial teria início, o que resultaria num holocausto atômico. Não bastasse, em 2006 um grande terremoto abalaria o Japão e, em 2010, Los Angeles, nos Estados Unidos. Quem anuncia essas desgraças não é nenhum vidente, mas sim o jornalista americano Michael Drosnin, 40 anos. Ex-repórter dos jornais Washington Post e Wall Street Journal, Drosnin descreve essas e outras profecias em seu livro O código da Bíblia, best-seller em 17 países que acaba de ser lançado no Brasil pela editora Cultrix. A história é um roteiro perfeito para Steven Spielberg, e está em produção na Warner para virar filme. Eliyahu Rips, um matemático israelense, descobriu que há 50 anos um rabino da Tchecoslováquia havia encontrado indícios de um código secreto no Antigo Testamento, em hebraico. Como se daria num filme, Rips conseguiu na Biblioteca Nacional de Israel um único exemplar do livro escrito pelo rabino e, a partir daí, passou a estudar a Bíblia, como se fosse um jogo de caça-palavras. Criou um programa de computador e conseguiu decifrar um código oculto no Antigo Testamento. Em Israel, o jornalista americano foi apresentado ao matemático e se interessou pelo assunto quando leu a previsão da morte do primeiro-ministro daquele país, Yitzhak Rabin. "Tentei avisá-lo, mas não tive êxito", conta Drosnin. Agora, o repórter quer alertar o mundo dos perigos que o ameaçam, pois, de acordo com o código, o homem pode mudar seu destino. Apesar de não acreditar em Deus, Drosnin está totalmente convencido de que o código da Bíblia é real. "Tudo o que foi perguntado está lá. Mas é preciso saber consultar e às vezes a resposta demora a aparecer. Joguei as palavras ‘cura da Aids’, mas ainda não encontrei a resposta", afirma. Foi para falar dessa e outras experiências com o código da Bíblia que Drosnin recebeu a reportagem de ISTOÉ durante sua vinda ao Brasil, no final de dezembro.

 

ISTOÉ – Por que só é possível ler o código da Bíblia em hebraico?
Michael Drosnin – O código só se revela no Antigo Testamento original, que está escrito em hebraico. Quando se faz a tradução para outras línguas, as letras mudam. O código é decifrado a partir do espaçamento entre as letras. Fornecemos para o computador o intervalo que se quer procurar, ou seja, as letras em determinada ordem. E o computador encontra os cruzamentos. Quando se faz a tradução, as letras mudam e se perde o código.

 

ISTOÉ – De que maneira o dr. Eliyahu Rips, o matemático israelense, entrou em contato com o código?


Drosnin – Foi um pouco por acidente. Ele soube de uma descoberta feita por um rabino, em Praga, na Tchecoslováquia, antes da Segunda Guerra. O rabino descobriu manualmente, não havia o computador ainda, que saltando 50 letras e depois outras 50 e assim por diante a palavra Torah estava escrita em código no começo de cada um dos cinco livros da Bíblia. O dr. Rips encontrou na Biblioteca Pública de Israel o único livro que esse rabino tinha publicado e ficou intrigado com aquilo. Acreditando que o padrão fosse na verdade mais complexo, ele desenvolveu um programa que pudesse pesquisar na Bíblia, a partir de algumas informações iniciais, a chave de decifração do código. Rips descobriu que os tempos atuais estavam descritos havia três mil anos. Ele publicou a descoberta em um jornal científico dos Estados Unidos e depois a pesquisa foi confirmada por três matemáticos americanos.

 

ISTOÉ – De que maneira conseguiram essa confirmação?


Drosnin – Estudando o programa e desenvolvendo outros que pudessem provar que o código não existia. Não conseguiram desfazer a tese de Rips.

 

ISTOÉ – Você escreve em seu livro que Isaac Newton passou parte da vida dele tentando decifrar esse código e falhou. Isso porque em sua época não existia computador. O próprio computador estaria previsto nesse código da Bíblia?


Drosnin – O código tem uma espécie de fechadura de tempo e ele não poderia ter sido descoberto até poucos anos atrás. E, de fato, o computador está codificado no último capítulo original de Daniel. Nesse livro, há uma profecia que diz que existe um livro lacrado que seria achado no final dos tempos. Na mesma passagem, segundo o código, o computador desvendaria o livro no fim dos tempos.

 

ISTOÉ – Quem teria escrito esse código? Deus?


Drosnin – Não acredito em Deus. Mas alguma inteligência pôde ver o futuro e o escreveu em código. Não sei nem dizer se o código foi feito por um computador ou para ser desvendado por um computador. Mas, se uma máquina fez o código, com certeza foi uma mais potente do que as que conhecemos, porque todos os computadores que se conhecem hoje, mesmo trabalhando juntos, não conseguiriam criar um código tão complexo. E os nossos computadores não conseguem prever o futuro.

 

ISTOÉ – E não havia computadores à época do Antigo Testamento.


Drosnin – Mesmo que existisse, nenhum ser humano conseguiria escrever o código. De qualquer forma, não sei dizer qual a natureza dessa inteligência. Mas pode ser que seja semelhante à do computador.

 

ISTOÉ – Essa não seria uma prova da existência de Deus?
Drosnin – É a primeira evidência científica de que outro tipo de inteligência existe. Mas não sabemos sua identidade. No entanto, essa mesma inteligência que criou o código também nos criou e todo o universo. Não sei quem fez, mas não foi um humano.

 

ISTOÉ – Vamos chamar essa inteligência de Deus. Por que Ele escreveria um código?
Drosnin – Não posso afirmar com certeza, mas acho que sei a resposta. Se há três mil anos eu pudesse ver o que aconteceria agora, por exemplo, não conseguirira traduzir esses acontecimentos futuros para as pessoas da época. Como descrever uma guerra nuclear três mil anos atrás? A única maneira seria escrever um código para que as pessoas do futuro pudessem decifrar. Os fatos vêm à tona quando eles realmente precisam vir.

 

ISTOÉ – Esse tempo seria agora?
Drosnin – Tenho certeza que sim.

 

ISTOÉ – Por que Deus alertaria a humanidade sobre uma série de desgraças em vez de simplesmente evitá-las?


Drosnin – Também me fiz essa pergunta. Talvez essa inteligência pudesse ver o futuro, mas era incapaz de mudá-lo.

 

ISTOÉ – Por que o código da Bíblia só prevê catástrofes?
Drosnin – A boa notícia é justamente a existência dessa inteligência capaz de nos avisar dos desastres que virão.

 

ISTOÉ – É possível evitar esses perigos?
Drosnin – Não podemos evitar que um terremoto abale Los Angeles. Mas podemos evitar a Terceira Guerra Mundial. O código da Bíblia não diz que vai haver apenas um futuro determinado, mas sim quais são os futuros possíveis.

 

ISTOÉ – É o chamado livre arbítrio que todas as religiões reconhecem?
Drosnin – Sim. As religiões ocidentais também falam da punição e da promessa de que seríamos salvos por um ente divino. O código da Bíblia é bem diferente. Ele não nos ameaça e não nos pune de forma alguma. O código não dá nenhuma recomendação. Não nos promete nada. Não há promessa de uma salvação divina, é apenas informação e o uso que se faz dessa informação é o que determina o nosso destino. Em última instância depende só de nós o que vai acontecer com o futuro.

 

ISTOÉ – Você avisou o primeiro-ministro de Israel, Yitzhak Rabin, que, de acordo com o código da Bíblia, ele seria assassinado. Se ele tivesse acreditado provavelmente estaria vivo?
Drosnin – Sim. Tentei avisar Rabin por meio de seu amigo, o poeta Chaim Guri. Entreguei-lhe uma carta contando sobre a profecia. Rabin não deve ter acreditado, mas um ano depois veio a confirmação de que a previsão estava correta. O primeiro-ministro morreu com um tiro nas costas. Tive mais êxito com Shimon Peres, o sucessor de Rabin. Em janeiro de 1996 ele me recebeu pessoalmente e pude contar-lhe sobre a ameaça que paira sobre Israel – o início de um verdadeiro holocausto atômico.

 

ISTOÉ – Quais são os outros fatos que estão previstos no código?
Drosnin – Vimos muita coisa. A Segunda Guerra Mundial, Hitler, a chegada do homem à Lua. Beethoven e Bach estão codificados entre os compositores alemães. Mozart é identificado como um compositor de música. Há também os cientistas. Edison aparece com eletricidade. E Newton também aparece junto com o código da Bíblia.

 

ISTOÉ – E o futuro?
Drosnin – O aviso mais terrível é o de uma hecatombe nuclear em 2000 e 2006. Esses são os únicos dois anos criptografados no código nos próximos 200 anos que contêm as palavras "guerra mundial" e "hecatombe nuclear". Um outro acontecimento que está no código é um grande terremoto que pode acontecer em Los Angeles em 2010. O Japão é o país que tem a maior probabilidade de sofrer também com um terremoto.

 

ISTOÉ – Abalo econômico também?
Drosnin – Não, um abalo da terra mesmo. E novamente por esse grande terremoto no Japão os anos que mais se aproximam desse código são os anos de 2000 e 2006.

 

ISTOÉ – Isso seria o apocalipse?
Drosnin – Não acredito em apocalipse, justamente porque é possível prevenir alguns acontecimentos. No entanto, o fim dos dias está no código, que sugere de alguma maneira que estamos vivendo isso. Na verdade pode-se entender as palavras em hebraico "fim dos dias" não como fim dos tempos, mas como um novo futuro, como nascimento de uma nova era.

 

ISTOÉ – O começo de uma nova era?
Drosnin – Não sei. Ninguém pode afirmar com certeza o que significa o fim dos dias, no texto original. Pode ser o nascimento de uma nova era, pode ser também o fim do futuro visto há três mil anos. Mas de qualquer forma o código diz que esse é um período de grande perigo. O verdadeiro significado do fim dos dias vai ser decidido pela humanidade agora. Talvez seja o fim, talvez seja o começo de uma nova era. Nós é que vamos decidir.

 

ISTOÉ – A última previsão é justamente essa?
Drosnin – Espero que não. A Warner está fazendo um filme sobre o livro. Então se essa for a última previsão é melhor apressar o fim do filme (risos).

 

ISTOÉ – Você fez mais alguma pergunta para o código desde que seu livro foi lançado, no início do ano?


Drosnin – Fiz uma única consulta. Foi quando Diana morreu. Eu estava no Japão e os jornalistas de lá estavam ávidos para saber se essa informação constava no código. Joguei a palavra Diana no computador e veio a informação: morte por acidente de carro. Ano: 5757 do calendário judaico, que corresponde a 1997.

 

ISTOÉ – Você procurou o seu nome no código?
Drosnin – Não vejo razão para meu nome estar ali.

 

ISTOÉ – Será que não? Você está ajudando a decifrar o código, como Newton tentou?
Drosnin – Sou só um repórter que por acaso acabou encontrando o dr. Rips e se interessou pelo assunto.

 

ISTOÉ – Pelo código não existe acaso.
Drosnin – São pontos de vista diferentes. Eu acredito no acaso. Dr. Rips, por exemplo, que é um homem muito religioso, que lê a Bíblia todos os dias, não acredita. Para ele Deus já traçou os eventos e vai ser tudo daquele jeito. Mas por que eu estaria envolvido? Não sou religioso, não acredito em Deus e estou muito longe de ser um santo. O dr. Rips diz que é justamente por isso que estou envolvido. Sou a pessoa perfeita para contar ao mundo moderno sobre o código.

 

ISTOÉ – Mas colocar o seu nome lá seria pelo menos uma curiosidade jornalística.
Drosnin – Não acho certo usar o código como se fosse o horóscopo que você lê no jornal todos os dias. Acredito que o código foi feito para nos dizer coisas em uma escala maior e não acho certo reduzir a um simples oráculo.

 

ISTOÉ – Você já perguntou alguma coisa a respeito da América do Sul?
Drosnin – Não. Quando fui à Coréia as pessoas perguntaram por que eu não tinha perguntado nada sobre a Coréia. Quando fui à África do Sul perguntaram por que não consultei sobre Mandela. Se fosse assim, se ficasse caçando informações, teria demorado dez anos para escrever o livro e não cinco. Mas acredito que a informação é para todo mundo.

 

ISTOÉ – Se a informação é para todo mundo, por que vocês não distribuem o programa que dá acesso ao código?
Drosnin – Não posso vender o programa porque pertence ao dr. Rips e aos colegas dele na universidade. E com certeza ele não vai vender o programa a ninguém porque não está interessado em dinheiro. Ele distribui o programa para os outros cientistas sem custo nenhum.

 

ISTOÉ – O dr. Rips já perguntou sobre ele mesmo ou é da mesma opinião que você?
Drosnin – Cabe a ele dizer. Não perguntei isso porque estaria invadindo sua privacidade.

 

ISTOÉ – Como você faz as perguntas para o código?
Drosnin – O código trabalha com palavras-chave. Por exemplo: Japão, presidente Kennedy, Rabin, Segunda Guerra, Shakespeare. A partir disso, o computador procura em todo o texto onde aquela palavra está escrita e aí na mesma parte do texto ele procura quais são as outras palavras que estão cruzando aquela. Por exemplo: Rabin assassino que assassinará. Então na verdade é o que cruza que determina o que vai acontecer.

 

ISTOÉ – Outro livro sagrado, como o Alcorão, poderia conter código semelhante?
Drosnin – Nenhum outro matemático sério como o dr. Rips investigou essa possibilidade. A grande qualidade do texto original em hebraico é que é exatamente o mesmo texto de há três mil anos. Por isso dá para trabalhar com o livro. Os textos dos outros livros sagrados se perderam ou sofreram alterações ao longo do tempo, não são mais o que eram originalmente. Mas de qualquer forma seria interessante saber se existe o código ou não.

 

LEGENDADO DVD DUPLO contem o numero 1 e 2


Procurar produtos similares por categoria


Escreva seu próprio comentário para o produto

Comentários

Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!

  1. O LIVRO DA VIDA

    Postado por Arnaldo Ribeiro em 18th Sep 2013

    O LIVRO DA VIDA
    (ES.12)
    (JB.6.45) – ESTÁ ESCRITO NOS PROFETAS: (IS.34.16) - BUSCAI NO LIVRO DO SENHOR E LEDE (ES.87.8) – AO ESPÍRITO DO NOSSO SANTO GUIA, NESTE MEU SER QUE É PREDESTINADO, RECOMPONDO ESSES CARACTERES, DESSA FORMA: (148 letras e 8 sinais)
    (JB.19.28)- Depois, vendo Jesus que tudo já estava consumado para se cumprir a Escritura, disse: (1SM.12.3) – Eis-me aqui, (DN.9.24) – para dar fim aos pecados, para expiar a iniqüidade, para trazer a justiça eterna:(JB.8.25) – Que é que desde o princípio vos tenho dito? (LC.12.2) Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido:(LE.3.1) – Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu; (2PE.3.4) porque desde que os pais dormiram, todas as cousas permanecem como desde o principio da criação:(AP.14.13) Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: (BC.4.4) – Ditosos somos, ò Israel; porque as cousas que agradam à Deus nos são manifestas: (JS.1.8) – Não cesses de falar deste livro da lei, antes, medita nele dia e noite, pára que tenhais cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; (JB.13.15) – porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também: (LC.16.17) – E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til sequer da lei: (ÊX.3.6) – Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: (EC.24.32) – Tudo isto é o livro da vida, e o testemunho do Altíssimo, e o conhecimento da verdade: (IS.46.8) – Lembrai-vos disto e tende ânimo, tomai-o à sério, ó prevaricadores; (EC.28.7) – porque a corrupção e a morte estão a cair sobre aqueles que quebrantam os mandamentos do Senhor: – (IS.24.5) – Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna: (SL.14.3)–Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; (SL.106.33)- pois foram rebeldes ao Espírito de Deus, e Moisés falou irrefletidamente: (RM.6.19) - Falo como Homem por causa da fraqueza da vossa carne: (LC.16.9) – E eu vos recomendo: Buscai n’A BIBLIOGÊNESE DE ISRAEL, o poder do saber viver sob a proteção de Deus; (RM.8.22) – porque sabemos que toda a criação, a um só tempo geme, e suporta angustias até agora:
    ESCREVI ESSE RESUMO, AGINDO COMO UM DOS SANTOS PROFETAS, LENDO NOSSO CARATER, E CRIANDO O LIVRO QUE DÁ SENTIDO À SANTA VIDA, PELO SENHOR DEUS: ESSE SÁBIO PR OFETA É CRISTO, E TEREIS PODER: (IL.148.8)


Adicionar na lista de favoritos

Clique no botão abaixo para adicioná-lo O CODIGO DA BIBLIA DVD Duplo para sua lista de favoritos.

Você visualizou recentemente...